Você já sofreu de cólica renal?

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter

Quem já sofreu com cólica renal sabe qual é o seu maior problema: é uma dor que aparece de forma intensa, sendo repentina, na região da lombar e que pode passar para outros órgãos do corpo.

Essa dor pode ser irradiada para abdome, testículos e para a vagina. Além de vir associada a náuseas e vômitos, aquém de uma possível febre.

Ela resulta de uma obstrução parcial ou total do ureter, o tubo muscular que liga cada rim à bexiga.

Esta obstrução é causada em geral por cálculos que se formam nos rins, as famosas pedras. Outras obstruções podem acontecer por conta de coágulos, apesar de serem bem raras.

Na maior parte dos casos, existe a chance do paciente sentir a bexiga cheia durante todos os momentos, além do ardor para urinar.

Por alguns motivos, é difícil diferenciar de outras manifestações clínicas que são derivadas de outros órgãos abdominais, como instintos, vesícula biliar e útero.

Por esses motivos, é necessário consultar um urologista o quanto antes, logo que os sintomas aparecerem. E, no Centro Hospitalar São Camilo, você terá prioridade ao chegar em nossa unidade com os sintomas de cólica renal.

O que é a cólica renal?

A cólica renal é um quadro clínico que acontece quando os cálculos – também conhecidos como pedras – bloqueiam partes do trato urinário, como rins, ureteres, bexiga ou uretra.

E, por isso, uma pessoa pode ter cálculos renais em qualquer lugar do sistema urinário, apesar de ser mais comum dizer que ela está com pedras nos rins.

As pedras, ou cálculos, se formam quando minerais como cálcio e ácido úrico ficam presos na urina, criando cristais endurecidos.

Esses cristais podem ser bem pequenos como um grão de areia, chegando até mesmo ao tamanho de uma bola de golfe.

Existe a estimativa que cerca de 5% a 15% da população mundial já tenha sofrido ou venha a sofrer de cólica renal.

Os problemas do quadro clínico acontecem quando as pedras crescem, atrapalhando a os modos de expelir elas e, desse modo, gerando a cólica renal.

Essa dor está em toda a movimentação para tentar sair do corpo, desde os rins até a uretra.

Quais são os sintomas da cólica renal?

Se você tem dúvidas de como reconhecer uma possível cólica renal, os sintomas podem ser uma forma de avaliar esse quadro clínico.

Isso porque, apesar de não parecer, os sintomas só aparecem quando os cálculos renais são grandes. Isso porque os cálculos renais pequenos podem passar despercebidos, saindo direto pela urina.

Então, se você está em dúvida de estar em cólica renal, os sintomas mais comuns são:

  • dor intensa na lateral do corpo, entre costela e o quadril;
  • dor intensa na parte inferior do abdômen;
  • dor que se espalha para as costas ou virilha;
  • náusea;
  • vômito.

Outra sensação que a dor da cólica renal tem é a duração dela, variando de 20 minutos a uma hora. 

Quando o problema atinge outras partes do sistema urinário, os sintomas são diferentes.

Assim, se você sentir algum dos sintomas supracitados somado com os próximos, você terá problemas com mais partes do sistema urinário.

Então, se você sentir:

  • dor ao urinar (não a ardência);
  • sangue na urina (sendo qualquer tom);
  • urina turva;
  • urina com mau cheiro;
  • presença de cascalho (ou pedaços de pedras visíveis);
  • vontade urgente de urinar;
  • urinar mais ou menos vezes que o comum;
  • febre os calafrios.

Assim, se você sentir qualquer um desses sintomas, venha já para o Centro Hospitalar São Camilo. Aqui você terá tratamento prioritário e, por isso, estará sendo atendido o mais rápido possível.

Como aliviar as dores da cólica?

Se você está sofrendo das dores da cólica renal, existem algumas situações que podem ajudar a aliviar as dores.

Desde posições para ficar em repouso até mesmo mudança nos hábitos alimentares. 

Assim, se você está sofrendo com dores e precisa aliviar um pouco elas, você pode:

  • evitar consumir muita proteína;
  • evitar consumir alimentos com vitamina C;
  • eliminar o sal da dieta;
  • tomar o “chá de quebra-pedra”;
  • usar uma bolsa de água quente na região da dor.

Os analgésicos podem ajudar a aliviar cólicas renais leves, mas se as dores forem intensas, o médico pode prescrever medicamentos mais fortes.

Se a cólica renal for causada por espasmos uretrais, o médico pode prescrever antiespasmódicos, que auxiliam o relaxamento dos músculos.

Em algumas situações, a cólica renal pode também gerar uma infecção e, por isso, alguns tratamentos incluem anti-inflamatórios.

E como evitar novas cólicas renais?

Se você já teve cólicas renais, é comum que novos hábitos sejam indicados pelo médico. Assim, se você pretende evitar novas dores – ou novas cólicas renais -, você terá algumas mudanças em sua vida.

Esses novos hábitos podem variar de alimentação, até mesmo novo estilo de vida, sendo que até atividades físicas podem auxiliar a evitar novas cólicas renais.

Por isso, se você pretende prevenir novos problemas é recomendado:

  • reduzir consumo de alimentos industrializados;
  • evitar consumo excessivo de carne vermelha;
  • ingerir, pelo menos, 2 litros de água por dia;
  • aumentar a ingestão de fibras;
  • aumentar a ingestão de sucos de laranja e limão;
  • praticar atividades físicas regularmente.

Levando esses hábitos de vida saudáveis, é comum que você consiga evitar novos cálculos renais e, desse modo, evitar novas cólicas renais.

Mas, se você precisar de atendimento urgente e com qualidade, no Centro Hospitalar São Camilo todos os pacientes com cálculos renais são atendimentos prioritários.

Assim, você sabe que em seus momentos mais complicados, o Centro Hospitalar São Camilo estará ao seu lado.

Veja mais:

Quais as diferenças entre tomografia, raio x e ressonância magnética?

Se inscreva na nossa newsletter

e fique por dentro das últimas e principais notícias

Mais notícias

imunidade
Uncategorized

Como fortalecer a imunidade?

Já se perguntou por que algumas pessoas parecem raramente ficar doentes, enquanto outras pegam cada resfriado que aparece? A resposta pode estar na sua imunidade. 

Nossa missão é
cuidar da vida!

Conte sempre com o
Centro Hospitalar São Camilo!

icon tomografia

Resultado exame de imagem

1340095

Resultado exame de laboratório