O que é e do que trata o urologista ?

Médico Urologista

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter

Você sabe do que trata o urologista ? E quando deve consultar ele? Se você disse não para alguma das duas indagações feitas, esse artigo é para você!

Primeiramente vamos apresentar de forma simples o urologista e, após isso, entraremos de fato em toda a explicação de forma complexa de o que ele faz, como trabalha e quando deve ser consultado.

Então, para começarmos esse artigo, saiba que o urologista é o profissional que é especializado no trato geniturinário, que inclui os rins, bexiga, uretra e órgãos reprodutores masculinos. 

Eles devem agir no tratamento clínico e cirúrgico de enfermidades que afetam esses órgãos.

Por isso, se você quiser conhecer mais de como o urologista age, trata as enfermidades e trabalha, continue lendo esse artigo e fique sabendo de tudo.

O que faz o urologista?

A sua especialidade é bem clara, tratando diretamente de toda a parte do sistema urinário – ou seja, tratando de rins, ureteres, bexiga e uretra – e aparelho reprodutor masculino – próstata, uretra, pênis, canais deferentes, bolsa escrotal e testículos.

Embora muitas pessoas não saiba, o médico profissional da urologia também atende mulheres. E, nesse caso, ele trata pacientes com quadros de incontinência urinária, infecção urinária, cálculos renais e outros tumores que afetam o sistema urinário.

Assim, diferente do que as pessoas pensam, não são somente homens que devem consultar o profissional.

Por isso é necessário que esse estigma seja retirado da sociedade e, assim, conseguir fazer com que as pessoas saibam onde encontrar o médico conforme a sua necessidade.

As atividades do médico urologista são focadas em:

  • fazer o primeiro atendimento e, desse modo, começar o tratamento;
  • diagnosticar os possíveis quadros clínicos;
  • realizar cirurgias;
  • realizar exames preventivos de check-up;
  • realizar o acompanhamento em pacientes internados.

Por isso, é comum que a rotina deste profissional seja dividida em partes e, desse modo, sempre explicando para o paciente o que será feito em cada uma destas divisões.

Quando procurar um urologista?

É de conhecimento comum que com a idade chegando, os homens devem consultar um urologista. Porém, você sabia que eles indicam não somente aos 50 anos, como todos sabem?

Segundo estudos, homens de pele negra devem começar a consultar o urologista aos 45 anos, assim como homens que têm parentes de primeiro grau que já tiveram câncer em algumas das partes do aparelho reprodutivo.

Outro momento para se procurar o urologista é quando existe alguma enfermidade no sistema urinário e, nesse caso, vale tanto para homens quanto para mulheres, já que o urologista tem o tratamento para os dois gêneros.

Desse modo, problemas como cálculos renais, incontinência urinária e infecção urinária devem ser tratados por esse profissional. E, nesses casos, você deve vir direto para o Centro Hospitalar São Camilo, já que possuímos uma equipe de profissionais que fazem atendimento 24 horas.

Então, caso existam sintomas que envolvam os órgãos do sistema urinário e o sexual, o médico deve ser consultado o mais rápido possível para, assim, gerar a análise do caso.

E nos dias atuais existe um movimento muito grande para incentivar aos adolescentes a começaram a consultar com o profissional. Isso para informar e orientar sobre doenças venéreas, higienização do órgão sexual e cuidados que se deve ter na parte sexual. 

Quais os principais problemas tratados pelo urologista?

Como supracitado, todo e qualquer problema no aparelho reprodutor masculino ou no sistema urinário é tratado pelo médico urologista.

Assim, o tratamento para cada uma dessas áreas é diferente, tanto em questão de exames quanto em questão de tratamento.

Por isso, iremos dividir por “partes” esse tópico, explicando o que é mais comum em cada órgão ou grupo de órgãos tratados pelo urologistas.

Doenças de próstata

As doenças mais comuns são duas:

  • Prostatite: uma doença inflamatória que pode ter causas e tratamentos diferentes, tudo dependerá de qual tipo a pessoa tem: bacteriana aguda, bacteriana crônica, não bacteriana e prostatodinia.
  • Câncer de próstata: esse é um dos casos mais comuns que levam as pessoas a procurar o urologista. O câncer se desenvolve em pessoas acima dos 50 anos, geralmente, e pode ser diagnosticado a partir do exame de próstata. As chances de cura são altas quando há diagnóstico precoce.

Doenças na bexiga

Muitas doenças podem chegar a acontecer na bexiga, então indicaremos três agora:

  • Cistite: é uma inflamação urinária que causa dor intensa e é tratada por antibióticos. Ela acontece mais em mulheres e tem como principais sintomas a ardência ao urinar, febre, dores na bexiga e necessidade de urina com frequência.
  • Incontinência urinária: ocorre quando há aumento da pressão na bexiga, sendo muito comum na gravidez. O tratamento depende do motivo do quadro clínico, sendo que pode envolver exercícios, remédios ou cirurgia.
  • Câncer de bexiga: essa doença pode ser dividida em dois modos: agressiva ou superficial. Depende de onde está atingindo seu corpo. Do mesmo modo que o câncer de próstata, se houver o diagnóstico cedo tem alta chance de cura. 

Infecções sexualmente transmissíveis (IST)

O urologista pode tratar também das IST, já que a contaminação ocorre através do contato sexual.

Algumas comuns são:

  • HIV: vírus causador da AIDS que ataca o sistema imunológico. O tratamento é feito por antivirais
  • Herpes genitais: causado pelo vírus da herpes simples, causa feridas na região em que houve o contato sexual. O tratamento é feito por antivirais, também.
  • Sífilis: entre 10 e 90 dias após o contágio, as feridas aparecem no local em que o vírus entrou. O tratamento é feito por antibiótico, sempre recomendado e prescrito pelo médico.

Cálculo nos rins

Talvez esses sejam os quadros clínicos mais comuns de serem tratados pelo urologista, já que se resume às “pedras no rim”, como são conhecidas popularmente. 

Aqui os sintomas são dores ao urinar, dores nas costas, sangue na urina, diminuição do fluxo urinário, necessidade de urina com mais frequência, náuseas e vômitos.

Nesse caso, o tratamento é feito por medicamentos para alívio da dor e a eliminação espontânea do cálculo. Em alguns casos é necessária a intervenção cirúrgica.

Se você possuir algum dos sintomas supracitados, venha para o Centro Hospitalar São Camilo. Aqui teremos uma equipe médica preparada para atender você, sendo prioridade no atendimento 24 horas de cálculo renal.

 

Veja mais:

Quais as principais áreas de ação da ortopedia?

Se inscreva na nossa newsletter

e fique por dentro das últimas e principais notícias

Mais notícias

Traumatologia
Uncategorized

Traumatologia no cuidado de lesões

A traumatologia é uma importante ferramenta no cuidado de lesões é fundamental na garantia de bem-estar dos pacientes. Todos os dias, estamos expostos a perigos

Nossa missão é
cuidar da vida!

Conte sempre com o
Centro Hospitalar São Camilo!

icon tomografia

Resultado exame de imagem

1340095

Resultado exame de laboratório