Ficar muito tempo sentado pode fazer mal?

muito tempo sentado

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter

Você fica muito tempo sentado? Então precisa ficar atento!

De acordo com uma pesquisa realizada pela JAMA Network Open, ficar sentado muito tempo pode aumentar o risco do aparecimento de doenças. Os resultados indicaram que existe 16% mais chance de morte precoce em pessoas que ficam muito tempo sentadas.

Contudo, no mundo moderno, onde grande parte das atividades diárias é realizada em frente a um computador ou mesa de trabalho, passamos cada vez mais tempo sentados. Diante disso, entender como afeta sua saúde pode garantir cuidados mais efetivos e maior atenção ao que importa.

Foto: Freepik.

 

Riscos de ficar muito tempo sentado

Ficar sentado por longos períodos pode ter diversos impactos negativos na saúde, conforme respaldado por dados médicos e estudos científicos. 

Risco de doenças cardiovasculares

Um estudo publicado no American Journal of Epidemiology revelou que adultos que passam mais tempo sentados têm um maior risco de mortalidade por doenças cardiovasculares, independentemente da prática de exercícios físicos. Isso se deve em parte à diminuição do fluxo sanguíneo e ao aumento da pressão arterial associados ao estar sentado por longos períodos.

Aumento do risco de obesidade

Pesquisas mostram que a inatividade prolongada está correlacionada com o ganho de peso e o desenvolvimento da obesidade. Um estudo publicado na revista PLOS One descobriu que adultos que passam mais tempo sentados têm uma maior circunferência da cintura e um índice de massa corporal (IMC) mais alto, fatores de risco para a obesidade.

Impacto na saúde mental

Um estudo longitudinal publicado no British Journal of Sports Medicine sugere que o comportamento sedentário, como ficar sentado por longos períodos, está associado a um maior risco de depressão em adultos. A falta de movimento pode afetar negativamente a saúde mental, aumentando os níveis de estresse e ansiedade.

Risco de diabetes tipo 2

Uma meta-análise de estudos prospectivos, publicada na revista Diabetologia, revelou que a inatividade física, incluindo ficar sentado por muito tempo, está associada a um maior risco de desenvolver diabetes tipo 2. O sedentarismo pode afetar a sensibilidade à insulina e o metabolismo da glicose.

Prejuízos na saúde musculoesquelética

A postura inadequada ao ficar sentado por longos períodos pode levar a dores musculares crônicas e problemas nas articulações, como dor lombar, dores no pescoço e ombros, além de aumentar o risco de desenvolver condições como a síndrome do túnel do carpo.

 

Esses dados médicos destacam a importância de combater o comportamento sedentário e adotar medidas para reduzir o tempo passado sentado ao longo do dia. Incorporar pausas ativas, realizar exercícios de alongamento e fortalecimento, e buscar oportunidades para se mover mais durante o dia são estratégias fundamentais para mitigar os riscos à saúde associados ao estilo de vida sedentário.

 

Alguns cuidados que precisamos tomar

Se você fica muito tempo sentado, saiba que algumas ações rápidas ajudam a melhorar seu bem-estar e cuidar da saúde. Primeiramente, a cada hora, levante-se e faça uma pequena caminhada ou estique-se para evitar a rigidez muscular e melhorar a circulação sanguínea.

Certifique-se de que sua cadeira e mesa de trabalho estejam ajustadas corretamente. Essa ergonomia promove uma postura adequada e reduz o risco de dores musculares.

Lembre-se de incorporar exercícios de fortalecimento muscular, especialmente para as costas e o core. Eles irão ajudar a melhorar a postura e reduzir o risco de lesões.

Por fim, troque a cadeira convencional por uma bola de exercício. Isso favorece o fortalecimento dos músculos do core e melhora a postura enquanto você trabalha.

Foto: Freepik.

 

Manter uma vida mais ativa é a resposta

Sabemos que se exercitar é difícil no começo, porém, tente definir metas realistas de atividade física e programe-as em sua rotina diária. Inclua caminhadas, corridas, sessões de treino ou atividades recreativas.

Para que seja mais fácil, encontre atividades que você goste e que sejam adequadas ao seu estilo de vida. Se atividades mais convencionais não te atraem, tente ioga, dança, natação, ciclismo ou até mesmo jardinagem.

Procure oportunidades de se mover mais ao longo do dia, como subir escadas em vez de usar o elevador, estacionar mais longe do local de destino para caminhar mais, ou fazer pausas para alongamento durante o trabalho. Adeque esses períodos na sua rotina, mantenha o foco e hidrate-se.

Participe de atividades físicas com amigos ou familiares, como jogos esportivos, caminhadas em grupo ou aulas de fitness em equipe. Isso não só torna o exercício mais divertido, mas também fortalece os laços sociais.

 

Os riscos de ficar sentado por muito tempo são bem documentados e podem ter sérias consequências para a saúde física e mental. No entanto, adotar uma abordagem proativa para combater o sedentarismo, seja no trabalho ou na vida cotidiana, pode ajudar a reduzir esses riscos e promover uma vida mais ativa e saudável!

 

Saiba mais: 10 hábitos saudáveis para uma rotina melhor

Se inscreva na nossa newsletter

e fique por dentro das últimas e principais notícias

Mais notícias

imunidade
Uncategorized

Como fortalecer a imunidade?

Já se perguntou por que algumas pessoas parecem raramente ficar doentes, enquanto outras pegam cada resfriado que aparece? A resposta pode estar na sua imunidade. 

Nossa missão é
cuidar da vida!

Conte sempre com o
Centro Hospitalar São Camilo!

icon tomografia

Resultado exame de imagem

1340095

Resultado exame de laboratório