Conheça as principais doenças reumáticas

doenças reumáticas

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter

As doenças reumáticas, conhecidas como reumatismo, são algumas das mais comuns entre pacientes de todas as idades.

Segundo dados apresentados pela Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR), mais de 15 milhões de pessoas sofrem com doenças reumáticas hoje. Os dados foram apresentados pelo presidente da SBR que destaca a importância do cuidado e do acompanhamento médico.

A saúde articular é vital para uma vida plena. Diversas condições conhecidas como doenças reumáticas podem impactar negativamente o sistema musculoesquelético e afetar o bem-estar de quem é acometido. 

Acredita-se que existam mais de 100 doenças consideradas reumatismo. Essa conexão considera o fato de que todas acometem o sistema articulatório, proporcionando danos às articulações, as famosas juntas, dificultando a movimentação e até a locomoção.

O diagnóstico pode ser realizado por um médico especialista. Entretanto, o tratamento começa com o reconhecimento da doença e dos sintomas associados.

 

Foto: Freepik.

Artrite Reumatoide

A artrite reumatoide é uma doença autoimune crônica na qual o sistema imunológico ataca erroneamente as próprias articulações. Como resultado, o sistema imune é fragilizado desencadeando uma inflamação constante.

Acontece mais comumente nos pés, joelhos, cotovelos, mãos, tornozelos e punhos. Dessa forma, a região afetada e o grau da doença influenciam diretamente em como será tratada e a rapidez do controle dos sintomas.

Sintomas

  • Dor persistente nas articulações;
  • Calor e vermelhidão;
  • Rigidez matinal prolongada;
  • Inchaço e deformidades articulares.

Fatores de Risco

Alguns fatores são considerados de risco, aumentando a probabilidade de desenvolvimento da Artrite Reumatóide.

  • Histórico familiar da doença;
  • Mais comum em mulheres;
  • Pode se desenvolver em qualquer idade, mas é mais comum em adultos mais velhos.

 

Osteoartrite

A osteoartrite é uma condição degenerativa que resulta do desgaste da cartilagem nas articulações. Isso causa atrito entre as juntas, propiciando o surgimento de desgaste ósseo.

Também chamada de artrose, acomete com frequência joelhos e mãos. Contudo, articulações coxofemorais e coluna também podem sofrer com os sintomas.

Sintomas

  • Dor durante ou após o movimento;
  • Rigidez após períodos de inatividade;
  • Rangidos e estalos nas articulações;
  • Inchaço nas articulações afetadas.

Fatores de Risco

Os fatores de risco são fundamentais no acompanhamento de pacientes que possam desenvolver a doença a curto ou longo prazo.

  • Torna-se mais comum com o envelhecimento;
  • O peso adicional na obesidade coloca pressão nas articulações;
  • Lesões articulares prévias aumentam o risco de desenvolver osteoartrite.

 

Espondilite Anquilosante

A espondilite anquilosante é uma forma de artrite inflamatória 3 vezes mais comum em homens que mulheres. Ela afeta principalmente a coluna vertebral, causando inflamação e, eventualmente, fusão das vértebras.  

Sintomas

  • Dor nas costas persistente;
  • Rigidez, especialmente de manhã;
  • Fadiga.

Fatores de Risco

Reconhecer os fatores de risco garante um tratamento mais efetivo da doença.

  • Há uma forte associação com o gene HLA-B27;
  • Geralmente diagnosticada em adultos jovens, entre os 20 e 40 anos;
  • Mais comum em homens.

 

Fibromialgia

A fibromialgia é caracterizada por dor generalizada nos músculos, tendões e ligamentos, muitas vezes associada a fadiga. Crônica, seu tratamento visa o controle dos sintomas e a promoção da qualidade de vida entre os pacientes.

Sintomas

  • Dor difusa em todo o corpo;
  • Fadiga persistente;
  • Distúrbios do sono.

Fatores de Risco

  • Mais comum em mulheres;
  • O estresse pode desencadear ou agravar sintomas;
  • Histórico familiar pode aumentar a suscetibilidade.

 

Gota

A gota ocorre devido ao acúmulo de cristais de ácido úrico nas articulações, causando inflamação aguda. Ela acontece quando há altas concentrações elevadas de ácido úrico no sangue (hiperuricemia).

Sintomas

  • Dor intensa nas articulações, frequentemente no dedão do pé;
  • Inchaço e vermelhidão;
  • Limitação de movimento.

Fatores de Risco

  • Reconhecer os fatores de risco pode auxiliar no controle preventivo da doença.
  • Consumo excessivo de alimentos ricos em purinas;
  • Consumo de álcool pode aumentar os níveis de ácido úrico;
  • Predisposição hereditária.

 

Foto: Freepik.

Tratamento e cuidado das doenças reumáticas

Como dissemos, as doenças reumáticas são crônicas, ou seja, não têm cura. Contudo, o tratamento intensivo e a mudança nos hábitos de vida  podem auxiliar na melhora significativa dos pacientes.

Outro ponto que também é fundamental em muitos casos é a administração de medicamentos. Anti-inflamatórios, analgésicos e medicamentos modificadores da doença podem ser prescritos para controlar sintomas.

As terapias físicas são recomendadas em casos onde a locomoção se torna dificultada. Exercícios específicos, fisioterapia e técnicas de fortalecimento auxiliam na manutenção da flexibilidade e da redução da dor.

É essencial trabalhar em estreita colaboração com uma equipe médica, incluindo reumatologistas, fisioterapeutas e nutricionistas. Dessa forma, há um tratamento abrangente capaz de proporcionar uma recuperação efetiva aos pacientes.

 

Conhecer as principais doenças reumáticas é o primeiro passo para uma abordagem eficaz na promoção da saúde articular. Lembre-se, a busca por tratamento precoce e uma abordagem multidisciplinar são essenciais para uma gestão eficaz.

Para aconselhamento personalizado, consulte profissionais de saúde qualificados. A jornada para uma vida com articulações saudáveis começa com o conhecimento e a ação adequada.

Estamos aqui para te ajudar!

 

Descubra quais as principais áreas de ação da ortopedia

Se inscreva na nossa newsletter

e fique por dentro das últimas e principais notícias

Mais notícias

Traumatologia
Uncategorized

Traumatologia no cuidado de lesões

A traumatologia é uma importante ferramenta no cuidado de lesões é fundamental na garantia de bem-estar dos pacientes. Todos os dias, estamos expostos a perigos

Nossa missão é
cuidar da vida!

Conte sempre com o
Centro Hospitalar São Camilo!

icon tomografia

Resultado exame de imagem

1340095

Resultado exame de laboratório